A memória do ethos

um estudo exploratório sobre a relação entre o ser humano e os cães no mundo contemporâneo

  • Matheus André Beraldo Penteado Universidade de São Paulo
  • Gilberto Safra Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Relação humano-cão, Cães, Mundo contemporâneo, Ethos

Resumo

Esta pesquisa buscou investigar o lugar do cão frente ao ser humano no mundo contemporâneo. Observa-se que o cão assume figura de destaque, ao inserir-se como elemento vital na vida de muitas pessoas, além de ser parte integrante do horizonte sociocultural de muitas cidades. A partir de um referencial fenomenológico-hermenêutico, buscou-se investigar os sentidos desse fenômeno contemporâneo a partir de uma abordagem híbrida: por um lado, foram realizadas entrevistas abertas com pessoas cujas vidas estivessem marcadas pela participação significativa do cão; por outro, foi possível, por meio do procedimento da observação participante, adentrar os diversos lugares em que a relação entre seres humanos e cães acontece na atualidade. Aven- tamos a hipótese, com base na discussão de Gilberto Safra sobre a fragmentação do ethos no mundo contemporâneo, de o cão ocupar um lugar ético, auxiliando na recuperação da memória de dimensões da condição humana que se encontram empobrecidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Matheus André Beraldo Penteado, Universidade de São Paulo

Psicólogo clínico/psicanalista (bolsista CAPES), mestrando no Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia da USP.

Gilberto Safra, Universidade de São Paulo

Professor titular e livre-docente do Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia da USP.

Publicado
2022-05-10
Seção
Artigo original