Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores

A revista Psicopatologia Fenomenológica Contemporânea tem como exigência a originalidade e caráter inédito dos artigos. Os artigos enviados à revista devem ser originais e não podem ser submetidos para avaliação em outra revista.

A revista Psicopatologia Fenomenológica Contemporânea publica os seguintes tipos de manuscritos:

Artigo original: destinado à reflexão psicológica, psicopatológica, filosófica, ensaística, ou ainda, à divulgação de ideias originais e inéditas. São aceitos, também, trabalhos empíricos de natureza diagnóstica ou clínica.
Artigo de revisão: é constituído de avaliação crítica e sistemática da literatura, de material publicado sobre um assunto específico e atualizações sobre o tema.
Tradução de artigos publicados em outras línguas: é permitida a tradução de artigos ligados ao escopo da revista, desde que possuam livre acesso ou autorização expressa da revista em que o artigo original foi publicado.
Comunicação breve: comunicação curta de pesquisa original, destinada a apresentar resultados preliminares.
Relato de caso: apresenta casos ou experiências com características singulares de interesse para a prática profissional, descrevendo seus aspectos, história, condutas, entre outros.
Resenha crítica de livro: análise crítica de livro publicado impresso ou online.
Carta ao editor: críticas a matérias publicadas, de maneira construtiva, objetiva e educativa ou discussões de assuntos específicos da atualidade.
Comunicação apresentada em evento: agrupa informações apresentadas e discutidas em eventos científicos da área.

ESTRUTURA DO MANUSCRITO
Os autores têm liberdade para definir o título das seções do manuscrito, desde que apresentem os seguintes itens: introdução sobre o tema, desenvolvimento e conclusão.

FORMATAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO MANUSCRITO

Forma: o texto deve ser formatado em Microsoft Word, em papel tamanho ISO A4 (212x297mm)
Fonte: Times New Roman, tamanho 12
Alinhamento do texto: justificado
Espaçamento entre linhas: 1,5
Margem: 2,5 cm de cada lado
Recuos e espaçamentos: zero
Tabulação de parágrafo: 1,25 cm
Extensão máxima: 7000 palavras
Títulos: negrito, sem numeração. Devem ser sucintos e evitar uso de siglas.
Subtítulos: indicar hierarquia, quando houver, utilizando itálico. Não numerar.
Resumos: máximo 150 palavras
Descritores: mínimo 3, máximo 5
Citações no texto: devem ser nominais, apresentando nome do(s) autor(es) e o respectivo ano de publicação, de acordo com as recomendações da American Psychological Association (APA) (6ª edição, 2012).
Referências: devem ser apresentadas de acordo com as normas da American Psychological Association (APA) (6ª edição, 2012). Para verificar a adaptação das normas, clique aqui.

Figuras e tabelas: devem ser apresentadas no corpo do texto, em letra Times New Roman, tamanho 10. Incluir título sucinto e legenda, quando necessário. Devem ser criadas no Microsoft Word ou enviadas em formato passível de edição.

Anexos: são necessários à compreensão do texto. Podem ser apresentados como listas, protocolos, formulários, testes etc. Devem ser numerados sequencialmente, conforme a ordem de aparecimento no texto.
Abreviaturas e siglas: devem ser precedidas do nome completo quando citadas pela primeira vez no texto.
Notas de rodapé: quando houver, deve ser identificada com asterisco (*).
Financiamento: citar as instituições de fomento que tiverem fornecido auxílio e/ou financiamento para a execução da pesquisa, informando número de processos, quando for o caso.
Agradecimentos: incluem reconhecimento a pessoas ou instituições que colaboraram efetivamente com a execução da pesquisa.

APRESENTAÇÃO DO MANUSCRITO
A apresentação do manuscrito deve seguir o seguinte formato:
1. Folha de rosto identificada, contendo: título do trabalho em Português (ou no idioma original do estudo) e em Inglês; nome completo de cada autor com seu respectivo vínculo acadêmico/profissional e e-mail.
2. Folha de rosto não identificada, contendo:
– Título em Português (ou no idioma original do estudo) e em Inglês;
– Resumo em Português com, no máximo, 150 palavras, com palavras-chave (máximo 5);
– Resumo em Inglês (abstract), da mesma extensão que o resumo em Português, com as respectivas keywords;
– Texto propriamente dito, seguido das referências das obras citadas.

DOCUMENTOS SUPLEMENTARES
Junto com o manuscrito, deve ser enviada uma carta de permissão aos editores, assinada por todos os autores, informando a submissão do artigo, autorizando o processo editorial, garantindo que seja material original e inédito e que não esteja sendo avaliado em outra revista. Informar também, se há conflito de interesses.

TEMPO PARA A PUBLICAÇÃO
Em média, os artigos submetidos são publicados em 12 semanas após a data de submissão.

ENCAMINHAMENTO DO MANUSCRITO
Clique aqui para realizar sua submissão.

Artigo original

Destinado à reflexão psicológica, psicopatológica, filosófica, ensaística, ou ainda, à divulgação de ideias originais e inéditas. São aceitos, também, trabalhos empíricos de natureza diagnóstica ou clínica.

Artigo de revisão

É constituído de avaliação crítica e sistemática da literatura, de material publicado sobre um assunto específico e atualizações sobre o tema.

Comunicação breve

Comunicação curta de pesquisa original, destinada a apresentar resultados preliminares.

Relato de caso

Apresenta casos ou experiências com características singulares de interesse para a prática profissional, descrevendo seus aspectos, história, condutas, entre outros.

Resenha crítica de livro

Análise crítica de livro publicado impresso ou online.

Carta ao editor

Críticas a matérias publicadas, de maneira construtiva, objetiva e educativa ou discussões de assuntos específicos da atualidade.

Comunicação apresentada em evento

Agrupa informações apresentadas e discutidas em eventos científicos da área.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.